GOITÁ

2019

Quando duas companhias artísticas se reúnem, novidades chegarão!

A Cisne Negro em seus 42 anos de existência e a Pia Fraus com seus 35 anos, estão em plena atividade!

Uma companhia de dança e uma companhia de teatro de bonecos, uma parceria improvável e curiosa, ao mesmo tempo mais que natural!

A Cisne Negro, tem em seu repertório vários espetáculos com uma matriz popular e brasileira, assim como a Pia Fraus e foi esse o grande elo de ligação na construção deste espetáculo em conjunto.
O teatro popular de bonecos, que em Pernambuco é chamado de Mamulengo, é o grande motor desta nova montagem.

Glória do Goitá, uma pequena cidade localizada a 60Km de Recife, é hoje em dia, considerada a capital brasileira do Mamulengo e é nossa inspiração e este espetáculo homenageia e reverencia o universo do Mamulengo Pernambucano.

A ação do espetáculo, se desenvolve em pleno mercado municipal, com suas barracas onde são vendidos objetos de palha, artefatos de cozinha, cabaça, buchas e uma infinidade de produtos produzidos por pequenos agricultores e artesãos locais. Afinal, nosso espetáculo se passa em um tempo quando ainda não havia celulares, a abundância do plástico, a internet, um passado não tão distante, no final dos anos sessenta, onde os efeitos da industrialização já eram sentidos, mas a vida era mais lenta.

Nesse ambiente rústico, a cultura popular, predominava o forró, o frevo, o baião que eram transmitidos pelas ondas da rádio e os folguedos populares, como o cavalo marinho, os caboclinhos e o maracatu, realmente faziam parte da cultura da cidade.
No meio do mercado, surge o Mamulengo com sua tolda e seus bonecos, para alegrar o ambiente e que de repente toma uma decisão inesperada convidando seu público para se transformarem em Mamulengos!

O público, nossos bailarinos, passam a se utilizar dos elementos do mercado e os transformam em bonecos, panelas, vassouras, cestas e chapéus vão se transformando em personagens da nossa estória!
“Goitá” que tem direção artística de Hulda Bittencourt e Dany Bitencourt, direção cênica e dramaturgia de Beto Andreetta, da Pia Fraus, idealização e coreografia de Ana Catarina Vieira, artista que participou das duas companhias, assistência de coreografia de Patrícia Alquezar, criação de bonecos de Dino Soto, trilha sonora do Quinteto Violado, com referência especial a Dudu Alves, arranjos musical de Cesar Maluf e figurinos de André SantanaAtelieles e Balletto, é mais um espetáculo de novas propostas da Cisne Negro Cia. de Dança.

O desafio de integrar as linguagens da dança ao teatro popular de bonecos só poderia partir de uma Companhia que durante a sua trajetória de 42 anos sempre teve a ousadia de se aventurar na construção de uma linguagem artística própria.

“Goitá” vem dar continuidade a esse perfil inovador e eclético da Cisne Negro Cia. de Dança.

/


FICHA TÉCNICA



Direção Artística
Hulda Bittencourt e Dany Bittencourt

Direção Cênica e Dramaturgia
Beto Andreetta

Idealização e Coreografia
Ana Catarina Vieira

Assistente de Coreografia
Patrícia Alquezar

Trilha Sonora
Quinteto Violado

Arranjo Musical
Cesar Maluf

Criação de Bonecos
Dino Soto

Confecção de Bonecos
Juciê Batista, Dino Soto, Roni, Beto Andreetta

Criação de Luz
Cristiano Paes

Figurinos Criação: 
André Santana e Atelieles (Elson Leite e Márcio Peres)

Confecção: 
Atelieles. Acessórios: Balletto

Produção Pia Fraus
Jackson Íris e Beto Andreetta