ALMA EM FOGO

1989

“Fazer vibrar os corpos, desenhar-se, procurar formas e sentidos. Procuro dentro de mim explicar a minha dança. Melhor seria dizer, explicar-me na dança. Dançar para mim nunca foi fruto de um aprendizado, nem mesmo decorrência de um domínio técnico. Foi uma paixão silente e camuflada na infância. Através de um amigo descobri um texto que parecia
justamente falar do trabalho que estávamos terminando de compor: ‘A partir do encontro com a sua sombra o homem começa a nascer da escuridão do inconsciente para confrontar-se com sua vida instintiva na sua forma octonica e espiritual”. Reconheci nestas palavras uma tentativa de explicar racionalmente aquilo de que descobríamos com a Alma em Fogo” (José Possi Neto).

FICHA TÉCNICA

Concepção e Direção
José Possi Neto

Trilha Sonora (Colagem e composição)
Gil Reys

Figurinos
João Santaella Júnior

Cenografia
Marco Antonio Lima

Origami
Eduardo Amos

Desenho de Luz
Hiram Ravache e José Possi Neto

Programação Visual e Maquiagem
Fábio Namatame

Ano
1989