A LUZ QUE HÁ EM TI…

2018

A capacidade de percepção do mundo e das pessoas se dá pela luz que é refletida em nós e para dentro de nós.

Revelação
Conhecimento e,
sobretudo, Autoconhecimento

A percepção que se tem de si através da luz que há no outro. Esse é o viés desse trabalho coreográfico. Determinar a própria compreensão de suas formas, gostos, comportamentos, através da observação do próximo. A luz e o conhecimento de nossos pares nos explicam e nos trazem mais discernimento sobre nós.

Usando da linguagem contemporânea e explorando os recursos cênicos com os corpos dos intérpretes, suas relações consigo, com o espaço e entre si. “A luz que há em ti” estabelece um diálogo e uma proposta estética impar, propondo reflexões sobre autoconhecimento, assim como a postura e a evolução do homem contemporâneo. A trilha sonora é de Johann Sebastian Bach. Em março de 2018 é comemorado 333 anos de seu nascimento.

FICHA TÉCNICA

Coreografia e Concepção
Roberto Amorim

Música
Johann Sebastian Bach

Figurinos
Balletto

Assistente de Coreografia
Patrícia Alquezar

Desenho de Luz
Roberto Amorim

Ano
2018

Duração
13′